Enfermagem – Bacharelado


banner-siteprancheta-4Renovação reconhecimento Portaria MEC nº 821 de 30/12/2014

Vagas: 50 Vespertino       50 Noturno

Duração: 10 Semestres

Coordenador:  Profª. Ma. Larissa Ulisses

Contato: enfermagem@famec.edu.br

 

O CURSO

O curso de graduação em Enfermagem da FAMEC possui como proposta primordial formar um profissional de enfermagem que seja uma referência acadêmica no que tange ao estudo de novas tecnologias, aprimorando a qualidade das relações entre o indivíduo e a comunidade urbana, rural e industrial, bem como buscando elevar o patamar de natureza técnica e da qualidade dos serviços a serem prestados ao indivíduo, a família e a comunidade local e regional. Na atualidade, vem se observando, uma busca crescente de qualificação profissional nesta área pelo seu alto poder de empregabilidade e pelo impacto que suas  ações podem causar na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Sendo o principal desafio de este profissional ser agente multiplicador, deve envolver-se numa perspectiva holística, enfocando a relação entre o ser humano e a natureza, de forma interdisciplinar e transdisciplinar.

A enfermagem vem expandindo sua atuação liberal e garantindo o espaço profissional do enfermeiro, afirmando este como conhecedor do cuidar. Esta atuação conquista mais espaço além dos tradicionais, em empresas de cuidado domiciliar, assessorias, auditorias e consultorias, ampliando o campo de atuação do enfermeiro.

O curso de graduação em Enfermagem da FAMEC tem a proposta de oferecer uma formação generalista, técnico-científica, político-social, ética e legal que o habilita a intervir no processo saúde-doença de forma crítica e a garantir a qualidade da assistência de enfermagem em todos os níveis de atenção à saúde. O currículo inclui disciplinas e atividades necessárias à formação de um profissional humanístico, crítico e ativo, ministradas por docentes com titulação compatíveis para a formação de futuros (as) enfermeiros (as).

 

OBJETIVOS

Formar profissionais Enfermeiros generalistas com senso crítico e reflexivo, atitude responsiva capazes de analisar e interferir no seu processo de aprendizagem, com sólida base conceitual e sintonizada com as evoluções sócio-econômico-tecnológicas.

O curso de Enfermagem da FAMEC, com base no objetivo geral delineou seus objetivos específicos:

  • Contribuir com a qualidade de vida e saúde da população Camaçariense através de práticas educativas que serão desenvolvidas nos cenários dos serviços de saúde.
  • Capacitar o discente para atuar frente à realidade sócio-econômico-política, cultural e de saúde das pessoas considerando os seus micro-espaços para a implementação de ações transformadoras no âmbito do processo saúde-doença.
  • Capacitar técnica e cientificamente a(o) discente para o gerenciamento dos processos de trabalho de enfermagem, desenvolvidos nas unidades de saúde, tanto nos níveis individual como coletivo, adequando-os às necessidades de saúde da população.
  • Preparar profissionais capazes de estimular o desenvolvimento de projetos junto à comunidade, motivando-a a interferir nos seus problemas de saúde, considerando os fatores sócio-econômicos, políticos e culturais que influenciam no processo saúde/doença;
  • Despertar no (a) discente o compromisso com os interesses da profissão, cooperando ativamente e incentivando-o a participar junto aos órgãos representativos da classe.

 

PERFIL DO EGRESSO

O Curso de Graduação em Enfermagem tem como perfil do formando egresso/profissional: I – Enfermeiro, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva. Profissional qualificado para o exercício de Enfermagem, com base no rigor científico e intelectua l e pautado em princípios éticos. Capaz de conhecer e intervir sobre os problemas/situações de saúde-doença mais prevalentes no perfil epidemiológico nacional, com ênfase na sua região de atuação, identificando as dimensões bio-psicosociais dos seus determinantes. Capacitado a atuar, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotor da saúde integral do ser humano; e II – Enfermeiro com Licenciatura em Enfermagem capacitado para atuar na Educação Básica e na Educação Profissional em Enfermagem.

4º A formação do enfermeiro tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

  • Atenção à saúde : os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que 2 a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;
  • Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;
  • Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;
  • Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumir posições de liderança, sempre tendo em vista o bem-estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;
  • Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho quanto dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;
  • Educação permanente : os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, mas proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação por meio de redes nacionais e internacionais.

 

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

O profissional Enfermeiro deverá ter competência e habilidades para:

  • prestar assistência ao paciente nos diferentes níveis de atenção do sistema de saúde, com competência técnico-científica.
  • utilizar de seu papel de educador junto ao paciente, família e à comunidade bem como junto à equipe de saúde, compartilhando e colocando seu saber a serviço dos interesses da maioria da população.
  • ter condição para identificar a filosofia da Instituição em que se encontra inserido, entendendo-a como influenciadora do processo decisório do serviço de enfermagem e como determinada pela estrutura de saúde do país.
  • ter sensibilidade para identificar e superar pontos de conflito inerentes ao processo coletivo de trabalho em saúde, consolidando sua autonomia técnica.
  • ter criatividade e iniciativa para desenvolver pesquisas no cotidiano de seu trabalho, visando a melhoria da assistência de enfermagem e formação do corpo de conhecimentos específicos.
  • ter compromisso constante com a atualização de conhecimentos e aperfeiçoamento profissional, de modo a qualificar a coordenação do processo do cuidar.
  • ter capacidade para estabelecimento de relações democráticas com o paciente e equipe de enfermagem e
  • ter compreensão da saúde como decorrência das condições de vida e trabalho do país e capacidade para desenvolver ação transformadora da realidade social.
  • ter competência política e ousadia para assumir compromisso de luta pela preservação dos direitos do cidadão e pela valorização da profissão Enfermagem.
  • prestar o cuidado de enfermagem identificando as necessidades individuais e coletivas da população e seus determinantes, intervindo no processo saúdedoença com vistas à qualidade da assistência de enfermagem em todos os níveis atenção à saúde;
  • gerenciar a assistência de enfermagem, tomando decisões nos diferentes níveis de atenção à saúde;
  • desenvolver e participar de pesquisas bem como implementar os resultados das mesmas com vistas à evolução da prática de enfermagem e de saúde;
  • planejar e implementar ações de educação em saúde dirigidas à população;
  • avaliar continuamente os resultados e o impacto das ações desenvolvidas;
  • trabalhar articulado com profissionais de outras áreas da saúde e sociedade.

 

MATRIZ CURRICULAR