Engenharia de Controle e Automação – Bacharelado


banner-siteprancheta-13Renovação reconhecimento Portaria MEC nº. 917/2018 de 27/12/2018.

Vagas: 50 Vespertino          50 Noturno

Duração: 10 Semestres

Coordenador: Prof. Dr. Erlander Alcântara

Contato: producao@famec.edu.br

 

O CURSO

O curso de Engenharia de Controle e Automação e Controle da FAMEC, objetiva formar profissionais aptos para um mercado de trabalho exigente e globalizado, com competências, habilidades e atitudes, pois são diferenciais que garantes qualidade e eficiência no desenvolvimento de suas funções.

A automação é uma área de engenharia, onde são desenvolvidos as tecnologias pertinentes às  áreas da mecânica, engenharia mecânica, computação, automação e controle, logo integra de forma sinergética engenharia mecânica com  eletrônica e controle inteligente por computador do projeto á execução de produtos ou processos.

O currículo oferecido pela FAMEC fornece uma sólida formação holística, pois concilia conhecimentos de matemática, física, informática, eletrônica, automação, economia e gestão.

O egresso estará habilitado para desenvolver atividades básicas de Engenharia, estando apto a projetar produtos e sistemas eletromecânicos automatizados  de efetiva  viabilidade econômica, a exemplo de controladores lógicos programáveis e robôs. Poderá atuar também como consultor em setores como o automobilístico; de automação e controle; indústria metal- mecânica e de projetos.

 

OBJETIVOS

O Curso de Controle e Automação (Mecatrônica) teve como premissa conceitual a formação de profissionais para atender a necessidade da sociedade, que exige um profissional com uma formação plural, interdisciplinar ética e humanística, crítica e reflexiva.

Neste sentido, evidenciou-se a necessidade de se estruturar o currículo por competência e habilidades dando prioridade a conteúdos que possam ser exercidos pela mobilização de situações significativas e complexas em que as situações especulativas e idealistas são transformadas através de uma transposição didática apoiada em uma análise prospectiva e realistas das situações de vida. Assim, os conhecimentos passam a ser construídos em termos da identificação com a ação que deve ser realizada pelo aluno.

Entende-se que os cursos de graduação têm por função preparar indivíduos para o exercício de uma profissão. Porém, aliado ao conhecimento técnico está à formação humanística, sendo ambos o compromisso da instituição para a formação de um cidadão crítico, reflexivo e consciente de seu papel na sociedade.

A capacidade de investigação e de aprender a aprender são condições necessárias para que o profissional possa enfrentar os desafios da sociedade contemporânea, em uma era de rápidas mudanças. Para tanto, o compromisso com a formação profissional deve estar presente em todas as atividades curriculares, principalmente, no que se refere à prática da pesquisa e ao envolvimento com a extensão, como forma de difusão do conhecimento.

 

PERFIL DO EGRESSO

O Curso de Graduação em Engenharia tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.

A formação do engenheiro tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

  • aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;
  • projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
  • conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;
  • planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;
  • identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
  • desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;
  • supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;
  • avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;
  • comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;
  • atuar em equipes multidisciplinares;
  • compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais;
  • avaliar o impacto das atividades da engenharia no contexto social e ambiental;
  • avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;
  • assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.

 

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

A formação do Engenheiro tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades:

Habilidades gerenciais e administrativas: capacidade de mobilização, liderança, iniciativa, visão estratégica; gerenciar e pesquisar sistemas de controle e automação; capacidade de articulação e visão sistêmica; planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia; supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;

Habilidades pessoais e interpessoais: capacidade de auto aprendizado; enfrentar problemas; sociabilidade e capacidade de trabalho em equipe; capacidade de expressão oral e escrita; capacidade de avaliar seu próprio trabalho e trabalhos dos outros; capacidade de organizar seu próprio estudo; capacidade de compreender e atuar em seu entorno social; capacidade para localizar, acessar e usar melhor a informação acumulada, atuar em equipes multidisciplinares; comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;; compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais; avaliar o impacto das atividades da engenharia no contexto social e ambiental; avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;

Habilidades Técnicas: leitura e expressão por meios gráficos e analíticos, capacidade de utilizar novas tecnologias visando, com criatividade, novas aplicações, capacidade de obtenção, avaliação e uso de informações, visão crítica de ordens de grandeza, aplicação de conhecimentos teóricos, proporcionar condições de usufruir dos projetos do avanço cientifico e tecnológico, aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia, identificar, formular e resolver problemas de engenharia, projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados, conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos, avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas; assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.

 

MATRIZ CURRICULAR