Psicologia – Bacharelado


banner-siteprancheta-6Renovação reconhecimento Portaria MEC nº 269 de 03/04/2017

Vagas: 50 Vespertino              50 Noturno

Duração: 10 semestres

Coordenador: Profª. Emanuela Sabujo

Contato: psicologia@famec.du.br

 

O CURSO

O curso de Psicologia da FAMEC procura formar profissionais capacitados a lidar com as interfaces entre esta ciência e os aspectos biológico, filosófico, histórico e metodológico do seu objeto profissional. Tendo como objetivo formar psicólogos preparados para atuar junto a equipe multidisciplinares, não tendo apenas foco no indivíduo, mas em contextos, grupos, práticas educativas e ações preventivas.

A atuação do Psicólogo está ligada à personalidade, à aprendizagem, à motivação, à memória, à inteligência, ao funcionamento do sistema nervoso, e também a comunicação interpessoal, ao desenvolvimento, ao acompanhamento sexual, à agressividade, ao comportamento em grupo, aos processos psicoterapêuticos, e a outros inúmeros comportamentos não citados.

Devido ao crescimento da evolução nas relações sociais ampliaram significativamente as opções para o psicólogo no mercado de trabalho. Na área de Saúde, a atuação na clínica psicológica é extremamente diversificada, enriquecida nos últimos anos com o reconhecimento da Neuropsicologia como uma especialização da Psicologia. Além da clínica, o psicólogo pode atuar na Saúde Pública, em Psicologia Hospitalar, em Psicologia Organizacional e do Trabalho, Psicologia Escolar, Psicologia Comunitária, Psicologia do Esporte, Psicologia Jurídica, Psicologia Ambiental, e em todos outros aspectos interligados as suas possibilidades de atuação.

 

OBJETIVOS

O curso de Psicologia da FAMEC tem como objetivo geral formar profissionais capacitados ao desempenho das suas atividades junto à comunidade, observando os princípios éticos, proporcionando ao acadêmico o conhecimento dos diferentes campos de atuação profissional, bem como as diferentes abordagens psicológicas desta ciência.

Dentro de uma perspectiva interdisciplinar, os objetivos específicos são:

  • formar profissionais com uma visão das áreas de atuação da Psicologia, alicerçados por uma sólida fundamentação teórica;
  • estimular o profissional a buscar o bem-estar e a qualidade de vida do ser humano, sem distinção de raça, situação social, credo ou ideologia política;
  • despertar no acadêmico de Psicologia a capacidade investigativa, incentivando-o à pesquisa científica;
  • propiciar o surgimento de modelos teóricos e práticos capazes de aprimorar a intervenção na realidade.

Esses objetivos estão em consonância com as políticas institucionais, uma vez que estas estão voltadas para o desenvolvimento atividades estruturadas de pesquisa e o desenvolvimento de um conjunto de atividades práticas associadas às disciplinas, pautadas nas questões éticas e interdisciplinares.

Os objetivos do Curso proporcionam ao discente o desenvolvimento das seguintes competências e habilidades:

  • aquisição de conhecimentos na recolha e apresentação de dados científicos;
  • compreensão da diversidade de perspectivas necessárias para uma atuação profissional voltada para o ser humano;
  • compreensão da complexidade e multirreferencialidade que permeiam os fenômenos psicológicos;
  • respeito à ética nas relações com os clientes e usuários, com colegas, com o público e na produção e divulgação de pesquisa e trabalhos científicos na área da psicologia.

 

PERFIL DO EGRESSO

O curso de graduação em Psicologia tem como meta central a formação do Psicólogo voltado para a atuação profissional, para a pesquisa e para o ensino de Psicologia, e deve assegurar uma formação baseada nos seguintes princípios e compromissos: a) Construção e desenvolvimento do conhecimento científico em Psicologia; b) Compreensão dos múltiplos referenciais que buscam apreender a amplitude do fenômeno psicológico em suas interfaces com os fenômenos biológicos e sociais; c) Reconhecimento da diversidade de perspectivas necessárias para compreensão do ser humano e incentivo à interlocução com campos de conhecimento que permitam a apreensão da complexidade e multideterminação do fenômeno psicológico; d) Compreensão crítica dos fenômenos sociais, econômicos, culturais e políticos do País, fundamentais ao exercício da cidadania e da profissão; e) Atuação em diferentes contextos considerando as necessidades sociais, os direitos humanos, tendo em vista a promoção da qualidade de vida dos indivíduos, grupos, organizações e comunidades; f) Respeito à ética nas relações com clientes e usuários, com colegas, com o público e na produção e divulgação de pesquisas, trabalhos e informações da área da Psicologia; g) Aprimoramento e capacitação contínuos.

A formação em Psicologia tem por objetivos gerais dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

  • Atenção à saúde: os profissionais devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde psicológica e psicossocial, tanto em nível individual quanto coletivo, bem como a realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética;
  • Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais deve estar fundamentado na capacidade de avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;
  • Comunicação: os profissionais devem ser acessíveis e devem manter os princípios éticos no uso das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral;
  • Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade;
  • Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou líderes nas equipes de trabalho;
  • Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática, e de ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento das futuras gerações de profissionais, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmica e profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

 

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

O tipo de formação acima descrito irá possibilitar a capacitação de um profissional capaz de:

a) Posicionar-se, criticamente, frente ao contexto sócio-político-econômico do país, atuando como agente de mudança;

b) Reconhecer seu papel de educador atuando como multiplicador do conhecimento, produzindo-o e transmitindo-o;

c) Reconhecer o significado da prática de Psicologia no contexto social;

d) Atuar de modo a evidenciar seu compromisso com:

  • o conhecimento científico;
  • a realidade na qual está inserido;
  • o cliente, família e comunidade;
  • a profissão;
  • o direito do cliente de receber assistência de Psicologia ;
  • as entidades de classe.

e) Posicionar-se eticamente em defesa dos direitos individuais e coletivos;

f) Prestar assistência de psicologia em diversos níveis de atenção à saúde;

g) Responsabilizar-se pela qualidade da assistência de psicologia enquanto:

  • coordenação técnica e científica da equipe de psicologia ;
  • articulação do processo do trabalho de Psicologia, internamente, com os demais trabalhadores de saúde e afins.

 

MATRIZ CURRICULAR